Just believe...or not.

sexta-feira, julho 05, 2013

Ah, estar ali, como se eu fosse a "Julieta", queria que aparecesse o meu Romeo lá em baixo a olhar para mim e ver os seus olhos ternurentos cheios de amor! Se era mesmo amor? Não era preciso de palavras, mas sim atitudes. Vir correr até a mim, já era o suficiente para sentir que o coração dele estava apaixonado por mim. E se não correr até a mim? E se for embora e sem uma única palavra, sem uma única atitude? Cria-se expetativas, cria-se falsas esperanças, sentimos o nosso coração despedaçado... Continuamos a sonhar, continuamos a ser magoadas.
E é isso que não pode ser.
Por isso fico ali, a olhar para o horizonte.
Apenas ali, à espera.

Foto tirada quando eu tinha 17 anos, em Lisboa

You Might Also Like

1 Comentários

  1. Mas que texto! Adorei e a foto está super querida *-*

    O NOSSO CABEÇALHO AIAIAIAI que lindo Linda Inês!

    ResponderEliminar